[CRÍTICA] Thor 3 - Ragnarok

Mais um filme do herói da Marvel está nos cinemas, desta vez Thor se depara com a ameaça do Ragnarok. Sabe o que é isso? O PPS te explica. 


Ragnarok é, explicando de forma bem simples, uma profecia que trata do fim de Asgard. Ou seja, é basicamente o que nos conhecemos por Apocalipse aqui com a Terra e suas milhares de teorias. 

Porém, lá em Asgard o negocia pega fogo. A galera levou a sério a profecia e Thor sofre as consequências indo parar em um outro planeta que tem como principal atração um torneio entre lutadores. 

Quem ainda vai ao cinema acompanhar o Deus do Trovão, prepare-se para muitas piadas. Mas muitas mesmo. Até para os padrões da Marvel, que costuma brincar com referências, dessa vez foi um pouco além do necessário. 

Eu já disse aqui mesmo no PPS que estava enjoado da fórmula Marvel. E adivinhem? Eu ainda assim espero algo quando vou ao cinema. Thor é um bom filme, mas para os planos futuros da Marvel de apresentar seu vilão mor Thanos, faltou dar um ar de tensão ao filme. 

As piadas acabaram roubando clímax importantes do filme nas passagens com Odin, o pai de Thor, e da vilã, Hela, a Deusa da Morte. Mesmo que ela tenha apresentado uma habilidade monstruosa para conseguir o que quer, os momentos cômicos sempre quebravam a tensão, até se tornar enjoativo. 

O filme é bom, gosto das histórias de Thor e dos laços que ele mantém com Hulk e Loki. Sempre sai boas coisas desses três, mas mais uma vez a Marvel apela para as piadas e não consegue envolver com a história.

Lançamento: 26 de outubro de 2017 (2h 10m)
Direção: Taika Waititi
Gênero: Fantasia
Nacionalidade: EUA 
Nota: 🎬 🎬 🎬 

0 comentários